terça-feira, 8 de março de 2011

Lie to me: Episódio 1: Pilot



*Resumo:

Post in: serie-lietome

O filho de uma família de devotos Testemunhas de Jeová é acusado de matar sua professora, após ter sido capturado e fogir da cena do crime.

Além disso, a equipe é contratada pelo Comitê Nacional Democrático para investigar um segundo caso em que o presidente da Comissão de Ética da Câmara é acusado de pagar por sexo. Nesse episódio é contratada da Det. Torres por sua capacidade natural em detectar mentiras. 


*Falando sobre o episódio:


Post in: Blognatv

Logo no início do episódio, vemos Cal ministrar uma palestra sobre a utilização de sua técnica, mostrando como encontra a verdade somente através de sua astúcia em estudar o comportamento corporal dos seres humanos, seja por um movimento facial ou por qualquer outro movimento perpetrado pelo interrogado durante questionamentos, chamado por ele de micro-expressões. Como exemplo, é mostrado o interrogatório feito com um neo-nazista, onde Cal busca saber qual igreja o criminoso pretendia incendiar, freqüentada por negros, onde Cal tem total sucesso em suas investidas, sem ouvir nenhuma palavra do acusado, apenas observando seus movimentos causados pelo nervosismo naquela situação.

Embora gere descrença por parte de alguns, o método é eficaz e Cal, juntamente com sua equipe, é altamente requisitado. Os casos investigados nesse episódio-piloto são dois: Uma professora encontrada morta, cujo principal suspeito é o garoto James Cole (Jake Thomas), de 16 anos, proveniente de família religiosa,  onde são membros das testemunhas de Jeová e o congressista Weil (Randy Oglesby), acusado de gastar dinheiro público com uma prostituta de um clube noturno.

Além de Cal, a equipe do Lightman Group é composta por Gillian Foster (Kelli Willians), outra especialista na área, Eli Loker (Brendan Hines), um sujeito cuja sinceridade é tão exacerbada que pode causar vexames por conta de seus comentários e Ria Torres (Monica Raymund), recrutada para o grupo nesse episódio e que não possui conhecimentos técnicos em linguagem corporal, mas possui uma boa percepção, impressionando Cal, tendo como conseqüência a admissão da moça para trabalhar com eles.

Os casos são desvendados aos poucos, buscando testemunhas, analisando seus trejeitos, percebendo se ficam desconfortáveis com algumas perguntas feitas, de uma forma que nos mantém entretidos para acompanhá-los. Interessante na série são os movimentos acusadores realizados pelos interrogados, relacionando-os a celebridades envolvidas em escândalos, como as provas mostradas na série através de fotos de pessoas como Saddam Hussein, Bill Clinton ou Mike Tyson, citando exemplos que aparecem no episódio.

Já vi muitas pessoas comparando Lie to Me com a série The Mentalist, onde possuem tramas parecidas, protagonistas parecidos e se tratarem de um seriado investigativo, um gênero meio que desgastado ultimamente. Porém, as duas se diferem, já que a primeira é aliada mais à mentira, praticada por todo ser humano, onde às vezes nem mesmo os polígrafos conseguem detectar, além de possuir um humor irônico, sempre presente, enquanto que a segunda se baseia mais na percepção geral de Patrick Jane sobre os atos que o cercam, sem contar que possui um tipo de humor diferente.

Resumindo, foi um bom começo e espero que consiga prender nossa atenção por mais tempo, já que séries da Fox são meio instáveis e se baixar a audiência, já sabem o que acontece. Tim Roth rouba a cena, sentindo-se totalmente à vontade com seu cinismo e inteligência apurada, mostrando todo o seu talento. A série tem tudo para cair no gosto do público e as formas utilizadas para saber se uma pessoa está mentindo, contidas no decorrer do episódio, óbvio que não é para se levar a sério, existindo um aviso logo no começo, dizendo que a história a seguir é fictícia e não descreve pessoas ou eventos reais. Já vi alguns criticando a série por conta disso, de levarem a sério demais o que é mostrado nela. Esperemos que Cal Lightman e seus amigos tenham vida longa e que seus produtores e roteiristas saibam manter o nosso interesse nos próximos episódios.

*Momento:


 


Cal: O que é isso?
Gillian: pudim de Chocolate
Cal: Quem como pudim ás 10h da manha?
Gillian: pessoas que gostam de pudim


*Vídeo promo:




*Download: 

Post in: Thepiratebay

S01E01 -Pilot

*Assistir Online:

 Post in: Intertainer

S01E01 - Pilot

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um espaço de diálogo e troca entre os visitantes do blog. Compartilhe sua opinião respeitando a opinião dos demais. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do blog: Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...